Buscar
  • Algo Mais

AL recebe primeiro cemitério vertical

Atualizado: Set 24

Situado à margem da AL-101 Sul, a apenas 15 minutos do Centro de Maceió, Ecomemorial vem com uma proposta diferenciada e ecologicamente correta


Por Mariana Lima - Algo Mais Consultoria e Assessoria


Diante de um quadro de esgotamento de jazigos nos cemitérios da capital e Região Metropolitana de Maceió, o estado de Alagoas vai receber um empreendimento que irá não só atender a esta demanda, como, também, fazê-la de forma totalmente inovadora. Neste mês de julho, será inaugurado o Ecomemorial, o primeiro cemitério vertical do estado, à margem da AL-101 Sul, a caminho de Marechal Deodoro. O cemitério é totalmente ecológico e está a apenas 15 minutos de carro do Centro de Maceió.


O conceito de vertical é aquele no qual os sepultamentos são feitos em estruturas com lóculos (ou gavetas) separadas em pavimentos (ou andares) e que devem dispor de sistemas de inativação dos gases do necrochorume e de vedação, para que estes gases não cheguem às áreas comuns de visitantes e funcionários. Esta tecnologia já é empregada pelo mesmo grupo empreendedor em cemitérios verticais no Recife e em Caruaru, no estado de Pernambuco.


A instalação do Ecomemorial em Alagoas vem atender a uma demanda da sociedade, diante da falta de vagas para sepultamentos em Maceió, com os cemitérios públicos quase em colapso e a falta de jazigos disponíveis para venda nos cemitérios privados. De acordo com Eduardo Carvalho, diretor de Operações do Eco, a pandemia de Covid-19 apenas acelerou este cenário.


“Lidamos com a administração de necrópoles há muitos anos e, em 2010, passamos a investir no modelo dos cemitérios verticais por entendermos que esta seria uma demanda da sociedade e devido à própria dificuldade de espaços físicos para os cemitérios tradicionais. Trazer o Ecomemorial para Alagoas, em especial Maceió, vem suprir uma carência local e auxiliar as famílias em uma hora tão delicada, para que não precisem percorrer vários locais buscando um jazigo para honrar seus entes queridos”, ponderou o diretor.


Cemitério ecológico


Toda documentação ambiental e de funcionamento do Ecomemorial está devidamente verificada e liberada junto aos órgãos competentes. Por não lidar com o formato tradicional de um enterro no solo, o Ecomemorial possui uma relação diferenciada com a Resolução 335/2003 do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), que dispõe sobre o licenciamento ambiental de cemitérios. Um exemplo é a distância de 1,5m do nível inferior do jazigo até o lençol freático, não aplicada ao cemitério vertical, cuja primeira gaveta está ao nível do solo.


Cada estrutura de lóculos ou gavetas onde são acomodados os restos mortais conta com o Sistema Eco No-Leak, no qual as gavetas de fibra de vidro são hermeticamente fechadas e ligadas através de dois canos internos à Estação de Tratamento de Efluentes de Necrópole. O necrochorume e gases provenientes da decomposição do corpo são sugados para essa estação e isolados do meio ambiente até sua total secagem e evaporação por meio de ventilação controlada. Este processo ocorre de forma autônoma com a utilização do software SIGA, que mantém controladas todas as variáveis de temperatura, umidade e pressão.


O Ecomemorial é um cemitério ecológico não apenas pela execução dos serviços fúnebres, mas, também, quanto aos sistemas construtivos utilizados na infraestrutura. Ela é formada por steel frame e placas cimentícias, com todos os canos e tubos instalados de forma subterrânea. O steel frame, alternativa ao aço, permite a rápida instalação de gavetas e ossuários de modo a garantir conforto, segurança e, principalmente, respeito aos amigos e familiares enlutados.


Mais informações sobre o cemitério vertical Ecomemorial pelo telefone (82)2123-9399 ou no site ecomemorial.com.br.