top of page
Buscar
  • Foto do escritorAlgo Mais

Método COPPSI para empresas

Atualizado: 30 de ago.

Método apresenta cinco formas para consolidar empreendimentos no mundo dos negócios


Por Algo Mais Consultoria e Assessoria


As empresas que querem se manter e se destacar no mundo dos negócios precisam estar sempre buscando por inovações que as diferenciam da concorrência. Foi com este viés que Fabiano Azevedo, empresário, consultor e palestrante, desenvolveu ao longo dos seus 15 anos de experiência como gestor, o método COPPSI, que reúne cinco premissas: Cultura Organizacional, Pessoas, Processos, Sistemas e Inovação.


“Quando iniciei a minha jornada enquanto empreendedor, não tracei estratégias para criar um método. Naquele tempo, o meu guia era o instinto de sobrevivência do negócio. Posteriormente, conforme as minhas empresas foram crescendo, as estratégias foram sendo direcionadas e passei a documentá-las. Dessa forma, elas viraram um método, denominado COPPSI”, relata o empresário.


As premissas que orientam o empresário e gestor para o sucesso do negócio são conectadas e precisam ser trabalhadas conforme uma ordem. O método se inicia através da “Cultura Organizacional”, que é a identificação do jeito de ser de uma empresa, dos valores, que tem o poder de atrair pessoas que se identificam com o empreendimento.


Na premissa seguinte, a de “Pessoas", o método traz a importância das pessoas como o maior ativo de uma empresa, mesmo que a tecnologia esteja inserida de forma consistente. E, como direcionador de uma equipe engajada, vem o poder da liderança para perpetuar o engajamento de quem foi atraído pela cultura.


Em “Processo”, a empresa passa a documentar o passo a passo do seu funcionamento, da operação à declaração de atendimento, como uma forma de evitar erros, variações e desengajamento de equipe. Além disso, essa premissa eleva o nível de consciência dos gestores sobre o enriquecimento da inteligência do empreendimento por meio de documentação - que é uma estratégia muito valiosa, inclusive, para autogerenciamento e perpetuação da empresa.


Na premissa de “Sistemas”, o método foca em tecnologia para aumento da produtividade, liberação de tempo e mais qualidade de trabalho com crescimento intelectual. Além de aumentar a produtividade, os “Sistemas” controlam toda a operação oferecendo recursos importantes, como indicadores TME, TMA, CSAT, NPS, CES, TTV e diversos outros que podem ser construídos de forma personalizada, de acordo com o segmento, modelo e operação da empresa.


E a “Inovação" é composta por duas sub premissas: o CS (Sucesso do Cliente), que cuida da retenção do cliente e da estratégia de expansão de receita e o CX (Experiência do Cliente), que gera sensações nos consumidores e uma lealdade emocional - que, além de reter, torna os clientes promotores da marca, diminuindo cada vez mais o CAC (custo de aquisição do cliente) e aumentando o LTV (o valor que o cliente deixa na empresa durante o seu ciclo de vida nela).


“As cinco premissas foram aplicadas nas minhas empresas e nas de outros empresários. Apliquei por meio de mentorias e de conselhos de gestão, em diversos segmentos e portes. Milhares de pessoas que passaram pelas palestras nos últimos anos foram impactadas positivamente pelo meu método. O resultado sempre foi de alavancagem”, aponta Azevedo.

bottom of page