Buscar
  • Luana Nunes

AL e BA: Fundo Social Sicredi Expansão

Atualizado: Jun 24

Instituições com ações em educação e cultura de Alagoas e Salvador podem concorrer a subsídios de R$ 1 mil até R$ 10 mil


Por Iracema Ferro - Algo Mais Consultoria e Assessoria


Instituições que desenvolvem ações nas áreas de educação e cultura de Alagoas e de Salvador, na Bahia, podem concorrer ao Fundo Social da Sicredi Expansão para subsidiar projetos de R$ 1 mil até R$ 10 mil. As inscrições já estão abertas e vão até o dia 28 de junho, no site da cooperativa de crédito. Este ano, foram disponibilizados R$ 223 mil para o financiamento dessas ações.


O Fundo Social da Sicredi Expansão tem como objetivo apoiar ações com foco na educação e na cultura, contribuindo com o desenvolvimento das comunidades e exercendo o 7º princípio do Cooperativismo, que é o Interesse pela Comunidade. Os recursos disponibilizados para os projetos são provenientes do resultado da cooperativa no ano de 2020.


O diretor de Operações da Sicredi Expansão, Maurílio Ferraz, destaca a importância do programa. “Nosso Fundo Social é a mais importante ferramenta de apoio e transformação social com recursos exclusivos dos nossos associados. Nós, dirigentes, conselheiros e colaboradores, estamos orgulhosos e irmanados na tarefa da realização de cerca de vinte projetos sociais em Alagoas e na Bahia”, assinala.


A inscrição de projetos é realizada por meio de formulário no site www.sicredi.com.br/expansao, onde também estão disponíveis o edital e orientações gerais sobre o Fundo Social. O posterior protocolo, em meio físico, do formulário e do projeto pode ser feito em qualquer agência da Sicredi Expansão.


Quem pode concorrer

Pode se inscrever para concorrer ao Fundo Social pessoa jurídica sem fins lucrativos que:

  • seja associada à Sicredi Expansão no momento de receber o crédito em conta corrente (não é necessário já ser associada no ato da inscrição);

  • se for associada, estar adimplente com a Cooperativa;

  • tenha, no mínimo, um ano de registro do CNPJ e finalidade educacional, cultural, social, esportiva ou assistencial expressa no estatuto ou ato constitutivo.

Além disso, é preciso idoneidade, lisura e reconhecimento comunitário da entidade e de seus dirigentes.


Os projetos

De acordo com o edital, o valor mínimo por projeto é de R$ 1 mil e o Fundo Social aportará no máximo R$ 10 mil por entidade proponente, podendo cada entidade propor até três projetos.


O edital prevê que os recursos do Fundo Social sejam direcionados a projetos desenvolvidos nos municípios e comunidades onde atua a Sicredi Expansão, com público de todas as idades. No entanto, o aporte não pode ser utilizado em forma de patrocínios ou para custear eventos e despesas com salário, alimentação, fogos de artifício e aluguéis.


Análise e seleção

Uma vez inscritos, os projetos serão analisados pela equipe da Sicredi Expansão, que observará o enquadramento das propostas de acordo com as normas previstas no regulamento. A cooperativa poderá solicitar ajustes ou informações complementares aos candidatos. Na etapa de análise serão considerados: a continuidade do projeto levando em consideração a duração dos benefícios gerados; o impacto social na comunidade; o efeito multiplicador, em relação à quantidade de pessoas beneficiadas; a aderência ao propósito da Cooperativa. Para as entidades contempladas em anos anteriores pelo Fundo Social, será avaliada a qualidade na execução desses projetos.

Edição passada

Em 2020, foram aprovados 16 projetos em Salvador e diferentes municípios de Alagoas. Na capital baiana, a Associação dos Jovens Empreendedores de Salvador (AJE-Bahia) financiou o Workshop Modelagem de Afronegócios, de incentivo à capacitação e qualificação profissional de jovens negros, por meio da elaboração ou ajuste na modelagem dos seus negócios.


Já em terras caetés, a Federação Alagoana de Judô (Faju) usou os recursos para a aquisição de quimonos e fardamentos para as crianças e adolescentes atletas, ação similar à Associação Chuteira de Ouro, que adquiriu uniformes para as crianças e jovens assistidos, e ao Grupo de Capoeira Mandingueiros de Penedo, que também comprou fardamentos para as crianças. Enquanto isso, o Lar Batista Marcolina Magalhães empregou o subsídio no Projeto Educalar, com a instalação de ambiente de incentivo à leitura e aos estudos para as meninas acolhidas.


Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 5 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 24 estados* e no Distrito Federal, com mais de 2.000 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br).


*Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.