Buscar
  • Algo Mais

Tecnologia a serviço da saúde bucal

Atualizado: Set 24

Produzido após escaneamento 3D, Invisalign garante tratamento ortodôntico mais rápido, confortável e discreto


Por Iracema Ferro - Algo Mais Consultoria e Assessoria


A tecnologia está cada dia mais a serviço da qualidade de vida, inclusive na saúde bucal. Se antes a correção de dentes desalinhados se arrastava por quatro ou cinco anos de tratamento doloroso, com aparelhos metálicos de manutenção constante e estética comprometida, hoje os tratamentos de ortodontia têm na ciência sua maior aliada. Assim surgiu o sistema Invisalign, alinhadores invisíveis totalmente personalizados, mais confortáveis, discretos, higiênicos e que reduzem pela metade o tempo de tratamento. E, o mais importante: já disponível em Alagoas.


A ortodontista Andressa Lira, da Neo Odontologia e especialista em alinhadores Invisalign, explica que eles são produzidos em um polímero transparente, resistente e ao mesmo tempo confortável. Conhecido como aparelho invisível, traz resultados mais rápidos e precisos, pois pode ser programado justamente para cada paciente.


“Para iniciar o tratamento, a arcada dentária do paciente é escaneada em 3D com o iTeroscanner, o que permite fazer um mapa para o planejamento do tratamento. As imagens são enviadas para o laboratório, que produz os alinhadores necessários para o tratamento completo, sob medida, com todas as especificações para tratar diretamente a causa do desalinhamento. Podemos escolher o que vamos resolver primeiro: se vamos expandir a arcada, fechar um diastema para ir corrigindo primeiro aquilo que incomoda, o problema que é mais grave ou o que vai fazer o tratamento ser mais rápido”, esclarece Andressa Lira.


A ortodontista destaca que pacientes com perdas da sustentação dos dentes - os chamados problemas periodontais - conseguem se beneficiar do uso dos alinhadores invisíveis, o que é mais difícil de controlar com os aparelhos metálicos. “Conseguimos fazer com que a força utilizada para realinhar os dentes seja mais controlada, que o movimento seja programado. Isso impacta em menos efeito colateral para um paciente que já está com o dente afetado, sem sustentação, amolecido”, destaca.


Uma das reclamações constantes de quem usa aparelho ortodôntico é a dificuldade de fazer a higiene bucal, problema inexistente com o Invisalign, aponta Andressa Lira. “Ele é móvel, não acumula partículas de alimentos e permite fazer a completa higienização da boca”, completa a especialista.


Mais saúde e eficiência


Mais do que o aspecto estético, ter dentes apinhados (um em cima do outro) podem gerar acúmulo de alimento, que pode desencadear uma série de problemas: inflamação gengival, que leva à gengivite, que por sua vez junta-se ao tártaro e pode provocar periodontite.


“Na gengivite, a gengiva fica sangrando, há gosto ruim na boca e mau-hálito; a periodontite pode levar até à perda dentária, porque atinge os tecidos de sustentação dos dentes. Sem esquecer da cárie, bastante conhecida, que é a destruição dos tecidos dentários, também pelo acúmulo de alimento. Dentes desalinhados também podem causar traumas e lacerações na bochecha, resultado de mordida ou mesmo durante a fala. Daí a importância de alinhar os dentes”, assinala Andressa Lira.


Utilizando o Invisalign, é possível fazer um tratamento até 50% mais rápido, diante da personalização e especificidade com que os alinhadores são montados. “Para casos mais simples conseguimos finalizar em 90 dias e vai aumentando de acordo com o problema apresentado pelo paciente”, exemplifica a especialista.


Para obter mais informações sobre os alinhadores invisíveis Invisalign, basta acessar os perfis do instagram @dra.andressa_lira, ou pelos telefones (82) 98137-7989 (Maceió) e (82) 99976-4190 (Arapiraca).