Buscar
  • Algo Mais

Vendedor de alta performance

Especialista destaca as vantagens de conhecer os princípios básicos que regem as negociações e levar estas habilidades para a vida


Por Iracema Ferro - Algo Mais Consultoria e Assessoria


Embora muitos profissionais torçam o nariz quando alguém fala sobre vendas, dizendo que não se identificam com a área, que não sabem ou não precisam vender, a maioria deles, ainda que não estejam por trás de um balcão, trabalham com a venda de ideias, projetos e serviços. Partindo desta premissa, tanto quem atua no comércio quanto em outras áreas deve entender princípios básicos das vendas e pode se tornar um vendedor de alta performance.

Que o diga a mentora de vendas Amanda Maria, que após uma longa experiência no ramo, tanto como vendedora quanto como líder, resolveu repassar seus conhecimentos e há cinco anos ensina os princípios para quem quer alavancar sua carreira.

Mas o que é um vendedor de alta performance? “Na visão da empresa, o vendedor de alta performance é o batedor de metas. É aquele que além de atingir as metas consegue entregar resultados positivos. Já na visão do vendedor, é aquele que trabalha e vive em equilíbrio: cuidar da família, da saúde, do lado financeiro, do lazer, é automotivado. O vendedor de alta performance consegue gerir a sua carreira como um todo, entende que precisa entregar os resultados para a empresa, mas também cuidar dele para que o resultado seja mais duradouro. Essa consciência é essencial e precisa ser trabalhada”, assinala a especialista.


Amanda Maria destaca que uma pessoa que trabalha automotivada, ela entende o que quer, aonde quer chegar e o que precisa fazer para atingir os seus resultados, sendo líder de si mesma, empreendedora de si mesmo trabalhando numa empresa, e tendo facilidade em gerir a vida pessoal e as questões profissionais.


Habilidades


A mentora de vendas descreve o vendedor de alta performance como um profissional que tem, antes de mais nada, equilíbrio emocional. E esta característica é a base de tudo para receber ‘não’ do cliente, entender a pressão do mercado, a pressão do seu chefe ou das cobranças que o profissional costuma fazer sobre si próprio.

“Eu comparo as outras habilidades essenciais para um vendedor de sucesso com um triângulo: num lado temos o conhecimento do produto, o vendedor precisa ser um especialista, um consultor naquilo que ele vende; no outro nós temos táticas e técnicas de vendas, que são essenciais para o desenvolvimento das vendas; e na base desse triângulo temos a motivação, o propósito. Esses três fatores, aliados ao equilíbrio emocional, são essenciais para que um vendedor possa ter sucesso”, ensina.


Treinamento


Amanda Maria oferece treinamentos para os mais diversos perfis de profissionais, sejam eles ligados diretamente às vendas, profissionais liberais ou que trabalham em empresas privadas e buscam melhor desempenho. Ela frisa que a proposta do “Vendedor de Alta Performance” não é para um treinamento isolado, de uma pessoa que tenha equipes, mas a visão comercial que o profissional precisa ter sobre mim mesmo, esse despertar do que ele precisa fazer.

“No treinamento temos uma ferramenta que é construir o teu plano de ação de conhecimento. O participante sai do treinamento sabendo muito sobre vendas e se entendendo dentro do mercado, além de entender o que ele ainda precisa para se desenvolver. Ele vai olhar seu gráfico de vendas, de níveis de conhecimento, e sai já sabendo: é aqui que preciso atacar, meus déficits estão aqui. Da mesma forma que conseguimos atuar quebrando crenças em relação às vendas, porque tem muita gente que acha que as pessoas nascem vendedoras, mas na verdade as pessoas nem andando nascem, imagine vendendo. Como tudo na vida, vender é uma habilidade que aprendemos, desenvolvemos, mas nós temos algumas características que podem sim facilitar”, defende.

A especialista aponta as vantagens dos empresários garantirem este tipo de capacitação para suas equipes de vendas.


“O empresário que investe em treinamento consegue reduzir conflitos, ter uma equipe mais engajada em relação a resultados, gasta menos tempo consertando erros e mais tempo desenvolvendo pessoas. É muito mais fácil gerir uma equipe que sabe o que quer. O treinamento para vendedores de alta performance que eu desenvolvi é focado no desenvolvimento da motivação, entender qual o motivo de agir de cada vendedor e trabalhar este aspecto para gerir melhor os seus resultados, sabendo onde ele quer ir. Depois trabalhamos com as táticas e técnicas de vendas, levando essas informações com muita clareza, como era a venda antes, como ela é feita no atual cenário, fazendo com que os vendedores sejam estrategistas, o tempo todo criando relações, aprendendo a se comunicar melhor para que ele seja, de fato, um profissional de alta performance em vendas”, ensina.


Amanda Maria considera importante que os gestores e líderes participem dos treinamentos por diversos aspectos. Um deles é que a equipe entende claramente que o líder está com o propósito alinhado com o novo momento e todos podem falar a mesma língua, que aquele é um momento de aprendizado e de troca de conhecimentos.

“Da mesma forma que os vendedores têm dores, os líderes também têm. Quando o líder está no treinamento conseguimos fazer esta junção. Como eu já fui líder, eu sei as dores da liderança, porque a liderança tem uma solidão característica. Acabamos juntando isso e dá muito certo. Inclusive, eu tenho um treinamento que se chama ‘Liderança de vendas em alta performance’. Ele acabou evoluindo porque no treinamento de vendas acabaram vindo vários gestores e eu tive a necessidade de construir um treinamento apenas para gestão”, revela.